Um dos maiores produtores de moda do Brasil é o entrevistado do Blog Michel Telles. Ele solta o verbo. Confira!

image(1)Sator Endo é um dos produtores de moda mais conceituados do Brasil. Já morou 5 anos no Japão onde realizou alguns trabalhos. No Brasil, já deixou sua marca na Isto é Gente, Isto é Platinum, Rede Record, Carta Editorial, Harpers Bazaar, GNT, Revista Contigo, Vogue Brasil, Home Vogue, Rg Vogue, Revista VIP e Nicete Bruno Producões Artísticas. Confira o nosso bate-papo!

Por que escolheu ser Produtor de Moda?
 
Desde muito novo eu sempre gostei de moda, comprava todas as revistas, lia biografias de estilistas, mas morando no interior do Paraná nunca pensei na verdade que trabalharia na área, porém a vida foi me levando a isto, fui conhecendo pessoas e todos meus trabalhos foram se direcionando para a moda, e posso dizer que sou o maior exemplo de ter sonhos e acreditar neles. Acompanhava nas revistas os nomes das pessoas e admirava muitos deles, e hoje sou amigo destas mesmas pessoas que um dia admirei. Pensava sempre nos editoriais de revista, em fazer campanhas e hoje tenho o prazer de dizer que já assinei várias e algumas de marcas de destaque nacional, assim como editoriais publicados até fora do Brasil. Acho que cada um tem sua trajetória e algumas coisas vão sinalizando o que você vai ser. Eu sempre fui um menino descolado que usava as roupas mais descoladas da cidade. Era a forma de mostrar aquilo que queria pra mim e que acabou chamando atenção das pessoas e abrindo portas para várias coisas relacionadas a moda.
Quais as vantagens e desvantagens que o mercado brasileiro sofre hoje em dia?
O mercado brasileiro de moda hoje sofre de graves problemas.  Alguns do lado estrutural e outras da politicagem. O governo com seus impostos acaba dificultando o crescimento da mesma. Temos uma grande diferença na tecnologia e na confecção das roupas e acessórios. Tecidos que estão longe de acompanhar a qualidade do que é utilizado lá fora. Importacão de maquinário caríssimo para as fábricas e a falta de mão de obra especializada são alguns dos pontos que prejudica o mercado. A dificuldade é grande para trazer e fazer uma cultura de moda mais real e que acompanhe que o mundo pede hoje. As publicacões de moda  estão cada vez mais acabando pela crise. Outro ato que também acredito é a falta de credibilidade nas publicações e a falta de posicões sobre a nossa moda de verdade. Se tem um anunciante o mesmo não aceita críticas. O comprador das revistas deixou de acreditar no que lê exatamente por esta falta de posição. Os veículos estão se fechando! As marcas deviam aceitar as críticas sobre sua qualidade como uma forma de corrigir seus erros e rever as pessoas contratadas para criar suas coleções. E outra não ter postura de que sempre está certa. Por isso o surgimento dos blogs de moda que começaram a mostrar no início moda de verdade. Só que  está se perdendo pois não fala a verdade pra suas leitoras. Vende notas prontas enviadas pelas marcas e não tem nenhum conteúdo que se leve em consideracão para o crescimento de nenhuma das partes. Falo em relação ao consumidor se esclarecer e começar a consumir melhor. Os blogues não fazem um crítica sobre o que é feito dentro do mercado de produção. Hoje não se valoriza mais qualidade do trabalho e sim a imagem das pessoas que trabalham no meio. Explicando . Hoje o que conta é um stylist que posta todo dia uma foto com alguma celebridade. Não interessa se o trabalho dele é realmente  bom. Hoje no Brasil tudo se iguala por baixo e ninguem pede o melhor. Ninguem mais consulta um trabalho pela qualidade do resultado e sim pelo valor que a empresa vai pagar para um stylist-celebridade. Virou um circulo vicioso. E até quando isso vai continuar? Um misterio!
Num país onde as necessidades básicas, como alimentação e educação não são supridas é muito difícil fazer moda?
 
Isso depende do que falamos que seja moda, já que pra mim moda vai da roupa que a pessoas usam até mesmo costumes de comportamento de uma geração. Nós temos marcas que são caríssimas, mas temos também um outro lado que faz as cópias e supre a necessidade das classes que tem menor poder de consumo. Quantas pessoas desfilam sabidamente com roupas e acessórios falsificados. Mas com muito orgulho já que até para consumir este produto que não é original pode se falar que é um status. O falso também tem seu custo. Porém cada um tem a moda ao seu alcance.
O que você tem a dizer sobre os novos profissionais que estão se formando na área de moda?
Se formam turmas e mais turmas num mercado que cada vez mais se diminue. Nossas faculdades sao carentes de profissionais que ensinem moda de verdade. Já que a maioria aprende um monte de teoria e não sabe a realidade do mercado. Não se forma talentos porque não temos talentos para ensinar que façam a gente pensar. Não existe moda brasiliera por um simples motivo. Porque não se valoriza as nossas diversas influências culturais de tantas culturas. Nosso folclore, tradicões que na verdade sao originárias de diversos países mas que não se ensina fazer a mesma mistura que fizemos geneticamnete com o povo. Hoje temos uma crise de talentos. Não só na moda mas em todas as áreas. Nãoo existem políticas que procurem pessoas que possam se destacar nas profissões. Você é  jogado no mercado pela sua própria sorte. Alguns usam de contatos e conseguem seu lugar ao sol porém sem talento algum. E outros que tem talento e conhece a história da moda não tem espaço para mostar aquilo que tem de mais valioso: seu talento. Infelizmente!
Como avalia de um modo geral o trabalho dos novos estilistas?
Chega umas pessoas que poderia dar espaço. Só que ao invés de direcionar o seu talento, o seu estilo próprio acaba direcionando ele para ser mais um que imita algum estilista ja renomado. Da mesma forma que vejo editor de moda que vai ver trabalho do fotografo e compara o trabalho do mesmo ao de algum queridinho seu que ja está no mercado a muito tempo. Muitos não tem olhos para ver o estilo novo que ele pode estar criando. Não existe moda nova, caminhos novos quando não se tem olhos para o futuro.

Quais as diferenças entre moda e estilo?

Moda se aprende. E estilo vem de berço. Muito simples. Um exemplo bem simples: eu sou do Sul. Posso morar em São Paulo. Porém, o Sul nunca vai sair de mim. Eu aprendo todo dia vendo o povo na ruas, revistas e desfiles. Assim que eu penso!

Quais suas referências de moda?

Sou apaxonado por cinema e pelas divas da telona. Penso nas imagens para criar o que faço. Gosto do que é bonito e belo.
Uma mensagem para os apaixonados por moda.
A moda não é um meio fácil. Mas vale lutar para fazer parte dela. É um mundo de sonhos!
Um dos maiores produtores de moda do Brasil é o entrevistado do Blog Michel Telles. Ele solta o verbo. Confira!



VEJA MAIS SOBRE Moda


Anitta e Emicida lançam coleções de óculos. Vem ver!

Anitta está assinando uma coleção de óculos para a Chilli Beans. E a parceria da marca com a música não para por aí, porque junto com a coleção de Anitta, chega também a linha assinada por Emicida. As duas coleções foram inspiradas no estilo dos dois cantores e cada um dos modelos foi desenvolvido pelo […]

Leia mais

Barbie e Lala Rudge lançam coleção fitness!

A marca La Rouge Belle traz para o mercado uma coleção cápsula de roupas de ginástica em parceria com a Barbie. A linha, batizada de LRB Sport Barbie, representa a entrada das duas marcas no segmento de roupas fitness e reforça o conceito Athleisure, que une os universos fashion e esportivo. Ao todo serão 14 […]

Leia mais

Thássia Naves assina sua segunda coleção de sportswear em parceria com a Alto Giro!

A antenada Thássia Naves fotografou sua segunda coleção de sportswear em parceria com a Alto Giro. Adepta da rotina fitness, Thássia leva para sua coleção seu próprio lifestyle, com peças versáteis que traduzem o movimento athleisure, provando que todas as peças podem ser usadas no dia a dia, no streetstyle, fora do gym, com mood […]

Leia mais

Intimissimi inaugura sua primeira loja nos Estados Unidos !

A Intimissimi, marca italiana de lingerie e loungewear, inaugurou ontem (18/10) sua primeira loja nos Estados Unidos. O evento de abertura da flagship, localizada na Quinta Avenida em Nova York, contou com a presença de celebridades internacionais como Sarah Jessica Parker, Dakota Johnson, Irina Shyak, Damaris Lewis, Anna Ivanovic, Ella Mills, entre outras. Confira os […]

Leia mais

Empreendedora eterniza emoções com novo conceito de joias!

A designer paulistana Soraia Nakano descobriu logo após a maternidade, um talento super especial que viria a se tornar sua principal atividade. Com o nascimento da filha, surgiu também a necessidade de desacelerar um pouco o ritmo que levava sendo executiva de uma multinacional americana, e que lhe tomava muito tempo com viagens e diversos […]

Leia mais

FAÇA ESTE BLOG SER AINDA MELHOR, ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *