Quer um casamento feliz? Não case tão cedo e nem tão tarde!

Casais mais velhos normalmente tendem a ter uma relação mais equilibrada. Afinal, com a idade vem a experiência e a tolerância nos relacionamentos, além de um equilíbrio na vida profissional e financeira. Por isso não é de se estranhar que as taxas maiores de divórcio são as de casais mais novos. Mas a progressão idade x felicidade no casamento só desce até um certo ponto.

De acordo com uma nova análise de dados, o risco do divórcio cai com a idade – mas só até os 30 anos. Depois dos 30, a chance de que o casal se separe é maior do que entre os que se casam no fim dos 20 anos. Antes dos 30, cada ano que passa diminui a chance do divórcio em 11%. Mas depois dos 32 anos, a chance do divórcio aumenta em 5% ao ano.

Ou seja, a sabedoria popular está certa só até um ponto. Segundo os psicólogos da Universidade de Utah, responsáveis pelo estudo, a tendência de um relacionamento estável no fim dos 20 anos e maiores riscos de divórcio depois dos 30 se manteve mesmo quando outras variáveis eram consideradas, como nível educacional do casal, etnias, religiões, tamanho da cidade onde vivem e número de parceiros sexuais anteriores.

O motivo disso? Os cientistas suspeitam que pode ser porque pessoas mais velhas que não se casam ficam acostumadas com a solteirice. Aí, uma vez que juntam os trapos, não conseguem viver em casal.

Via Science of Us

Quer um casamento feliz? Não case tão cedo e nem tão tarde!



VEJA MAIS SOBRE Notícias


Advogado corporativo vai para Governo Federal!

O advogado Eduardo Garcia de Araujo Jorge, sócio do escritório Motta Fernandes Advogados desde 1994, licenciou-se da sociedade para exercer o cargo de Diretor do Programa de Desestatização da Secretaria Especial de Desestatização e Desinvestimento do Ministério da Economia. Com 63 anos de fundação, toda equipe do Motta Fernandes Advogados se sente orgulhosa pela indicação […]

Leia mais

Não é bruxaria! Descubra o que é o bruxismo e como tratar!

Apesar do nome lembrar bruxaria, o bruxismo é uma desordem funcional que provoca o ranger e o apertamento dos dentes. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 30% da população mundial tem a anomalia e, no Brasil, o índice é ainda maior do que a média global: quatro entre cada dez brasileiros. O […]

Leia mais

Precisamos Desconectar!

Um estudo recente da Universidade Estadual de São Francisco, na Califórnia (EUA), apontou que interagimos, em média, 2.617 vezes por dia com nossos smartphones. Isso quer dizer que gastamos, diariamente, em torno de 2 horas e 25 minutos tocando, rolando, pressionando e utilizando nossos celulares. A dependência de alguns em relação ao celular é tão […]

Leia mais

Pílula do dia seguinte: método não é abortivo, explica especialista!

No último dia 3, um projeto de lei protocolado pelo deputado Márcio Labre (PSL-RJ) chamou a atenção da imprensa e de profissionais de saúde de todo o país. O PL 261/2019 visava a proibição do comércio, propaganda, distribuição e implantação pela Rede Pública de Saúde de diversos métodos contraceptivos usados por mulheres, entre eles a […]

Leia mais

Relacionamento abusivo: Os primeiros sinais e como superá-los!

O assunto de hoje é extremamente delicado e importante a todos que se dedicarem à leitura do texto. Vivemos em um país que o ocupa o quinto lugar no ranking de feminicídio de acordo com a ONU Mulheres. No Brasil, cerca de 41% dos casos de violência acontecem dentro de casa. Além disso, segunda a […]

Leia mais

FAÇA ESTE BLOG SER AINDA MELHOR, ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *