Dia Mundial de Conscientização sobre Doenças Raras é celebrado em todo o País!

escrevendoFevereiro é conhecido pelo carnaval e também por ser diferente: mês mais curto que os demais, ainda é bissexto a cada quatro anos, quando tem um dia a mais. Exatamente por isso, foi escolhido mundialmente para marcar a luta de associações de pacientes de doenças raras para o diagnóstico e tratamento digno de cerca de 45 milhões de pessoas no mundo. No Brasil, estima-se que esse número chegue a 13 milhões. A data oficial é dia 29, mas nos anos comuns é comemorada no dia anterior, 28. Em 2015, as principais cidades e capitais brasileiras celebram esse dia com o resto do mundo por meio da realização de uma palestra sobre os desafios para o diagnóstico das doenças que, em alguns casos, demora até 20 anos. Confira a programação:

Belo Horizonte, MG – mais informações: Facebook: www.facebook.com/afagbrasil, Site: www.afag.org.br, Telefone: 0800 777 2902

·         Sábado, 28 – Atividades no Parque Ecológico da Pampulha, a partir das 9h, com programação especial para as crianças.

Campinas, SP – mais informações: Facebook: www.facebook.com/afagbrasil, Site: www.afag.org.br, Telefone: 0800 777 2902

·         Quinta-feira, 26 – Mutirão de Conscientização sobre Doenças Rara,  no Largo do Rosário em Campinas, das 8h às 14 horas, com atividades recreativas e que trabalham a questão da humanização do atendimento ao paciente.

Cascavel, SP – mais informações: inscricoescascavel@afag.org.br.

·         Quinta-feira, 26 – Aulas multidisciplinares sobre doenças raras, a partir das 18 horas (Rua Rui Barbosa, 611)

Florianópolis, SC – mais informações:

·         Quinta-feira, 26 – Lançamento do livro “Contra a doença, o Amor”, de Margareth Carreirão, e o III Fórum Catarinense sobre Doenças Raras, às 8 horas, na Assembleia Legislativa.

Joinville, SC – mais informações: Facebook: www.facebook.com/afagbrasil, Site: www.afag.org.br, Telefone: 0800 777 2902

·         Sexta-feira, 27 – Aula sobre os direitos dos pacientes, na Unisociesc, a partir das 19 horas.

Porto Alegre, RS – mais informações: deise@afag.org.br

·         Sexta-feira, 27 – Arte-terapia na Casa dos Conselhos, a partir das 14 horas (esquina da Avenida João Pessoa com a Rua Venâncio Aires)

·         Sábado, 28 – Seminário sobre doenças raras na Assembleia Legislativa. Pela manhã, às 9 horas, mesa-redonda com pacientes, familiares, cuidadores e profissionais de saúde. A partir das 13h30, mesa-redonda com a presença de representantes do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde, advogados e médicos, para debater assuntos de interesse geral dos pacientes e familiares.

Recife, PE – mais informações: Facebook: www.facebook.com/afagbrasil, Site: www.afag.org.br, Telefone: 0800 777 2902

·         Domingo, 1º de Março – Atividades recreativas e inclusivas na Arena do Projeto Praia Sem Barreiras, a partir das 7 horas (esquinada Avenida Boa Viagem com a rua Bruno Veloso)

·         Segunda, 2 – Ciclo de Palestras no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco, das 14h às 18h00 com inscrições são gratuitas.

Rio de Janeiro, Capital – mais informações: geisa@afag.org.br, Telefone: 0800 777 2902

·         Quinta-feira, 5 – Fórum alusivo ao Dia Mundial das Doenças Raras, na OAB-Rio de Janeiro, a partir das 10 horas

·         Domingo, 8 – Atividades na Praia de Copacabana.

Rio Grande, RS – mais informações: Facebook: www.facebook.com/afagbrasil, Site: www.afag.org.br, Telefone: 0800 777 2902

·         Sábado, 28 – A 1ª edição do Correndo pelas Doenças Raras – Night Run, na Praia do Cassino. Inscrição: www.acorrg.com.br.

Salvador, BA – mais informações: damarcia1@gmail.com, Telefone: (71) 8857 7721

·         Sábado, 28 – Caminhada de Conscientização, a partir das 8 horas, saída no Farol da Barra.

São Caetano do Sul, SP – mais informações:

·         Quinta-feira, 26 – Palestra “Desafios no Diagnóstico das Doenças Raras”, às 18 horas, Associação Paulista de Medicina – São Caetano do Sul (Rua São Paulo, 1815 – Santa Paula); I Simpósio sobre Enfermidades Raras, às 19 horas, no Auditório do Cecape Dra. Zilda Arns (Rua Tapajós, 300, Bairro Barcelona)

São Luiz, MA – mais informações: Facebook: www.facebook.com/afagbrasil, Site: www.afag.org.br, Telefone: 0800 777 2902

·         Sábado, 28 – Divulgação sobre as doenças raras, a partir das 9h30, e frente ao terminal de integração da Praia Grande

São Paulo, Capital – mais informações: rosely.magnificat@gmail.com

·         Exposição fotográfica “Eu luto pela vida”, Estação Luz da CPTM, de 25/02 a 04/03

·         Sábado, 28 – Atividades recreativas e científicas, no Parque do Ibirapuera, a partir das 9 horas.

Segundo a médica geneticista, Ana Maria Martins, o diagnóstico tardio se deve muitas vezes à falta de conhecimento sobre a enfermidade, inclusive entre os médicos. “A grande maioria das doenças raras é pouco conhecida. A demora no diagnóstico prejudica o tratamento e, consequentemente, a vida do paciente. Temos histórias de pessoas que passaram por seis, sete especialidades médicas e demoraram décadas para conseguir fechar o quadro clínico correto, para então começar com a medicação certa”, explica.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que pode chegar a 8 mil o número de doenças raras, as quais atingem de 3% a 5% da população global. Para a maioria das enfermidades ainda não há tratamento específico, uma vez que as pesquisas e o desenvolvimento de terapias são recentes – cerca de 30 anos – e poucas indústrias farmacêuticas se interessam em atuar nesse mercado.

No ano passado, foi publicada a Portaria nº 199, que institui a Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras, assim como as diretrizes no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e os incentivos financeiros de custeio. A regra estabelece a responsabilidade comum do Ministério da Saúde e das secretarias estaduais e municipais na garantia de que todos os serviços aos pacientes de doenças raras sejam prestados e os cuidados necessários, atendidos. Para as associações, a implementação da portaria, é um avanço conquistado, mas ainda é necessário ir além, afinal, somente com o diagnóstico precoce e o início dos tratamentos é possível assegurar a qualidade de vida dos pacientes. Por isso, a grande necessidade de difundir o maior número de informações para a classe médica e para a população em geral, aumentando a capacitação para o diagnóstico e, ao mesmo tempo, reduzindo o preconceito sobre desconhecido mundo das doenças raras.

Dia Mundial de Conscientização sobre Doenças Raras é celebrado em todo o País!



VEJA MAIS SOBRE Notícias


Medicina humanizada é uma tendência mundial!

Quando estamos com dor e precisamos de atendimento médico, a primeira coisa que desejamos é que ele seja ágil e prático, afinal, os sintomas não costumam esperar para aparecer. O Brasil é um dos países que mais sofre quando o assunto é saúde, e os modelos tradicionais de atendimento têm afastado cada vez mais os […]

Leia mais

Ação de solidariedade ajuda mulheres em fase de quimioterapia!

Mulheres em fase de quimioterapia ou alopécia, tiveram uma tarde de diva, usufruindo dos serviços de cabeleireiro, maquiagem, esmaltação, reiki, entre outros. A iniciativa da Rede Lúcio Matias em parceria com o Projeto Mechas de Amor, também ofereceu cortes de cabelo gratuitos, que foram doados para confecção de perucas, destinadas a pacientes que passam pelo […]

Leia mais

Tríade da Mulher Atleta – Como prevenir e tratar!

Mulheres que praticam atividades vigorosas em excesso, sejam atletas profissionais ou amadoras, correm o risco de desenvolver a Tríade da Mulher Atleta. Isso porque o organismo precisa de energia suficiente para o funcionamento adequado de todo metabolismo, no repouso e no esporte. Porém, quando ocorre um desequilíbrio entre o que se gasta nos exercícios e […]

Leia mais

Autoconhecimento é o primeiro passo para o sucesso!

São muitos os que enfrentam mudanças contínuas em suas vidas pessoais e profissionais. Dentro de nossa busca pelo bem-estar e crescimento interior, podemos repensar muitas coisas que nos permitem nos conhecer e nos orientar para o que nos satisfaz e para o que melhor sabemos fazer. Cada um vive, dia a dia, o próprio sonho […]

Leia mais

As 5 melhores dicas para valorizar e/ou disfarçar as coxas grossas!

Para realçar ou camuflar essa característica, a personal Stylist Juliana Parisi separou as 5melhores instruções para ajudar a equilibrar a silhueta, não atraindo a atenção para esta região e valorizando o que se tem de melhor – sem deixar parecer maior.  TOP 1 – CALÇA FLARE OU PANTALONA Por terem a barra da perna mais aberta, […]

Leia mais

FAÇA ESTE BLOG SER AINDA MELHOR, ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *