Cor da pele deve influenciar dermatologistas nos tratamentos pós-verão!

indexCom a chegada do outono, os prejuízos da estação mais quente do ano começam aparecer, principalmente para quem abusou da exposição solar sem proteção, bebidas alcóolicas e mudanças bruscas de rotina. A pele é um dos órgãos que mais sofrem nesse período e entre os problemas mais comuns estão a pele grossa e ressecada, manchas, pintas novas e micoses.

O que pouco se comenta é que as diferenças dermatológicas de cada grupo étnico requerem tratamento individualizado. A dermatologista do Hospital Sírio Libanês, dra. Luciana Maluf, explica como a cor da pele deve influenciar nos tratamentos pós-verão, trazendo novidades no diagnósticos e nos tratamentos.

A especialista recentemente esteve em Washington, nos EUA, para aprimorar sua técnica de tratamento a laser na ‘Cultura Clinic’, do Dr Eliot Battle, especialista que é referência internacional no tratamento de peles étnicas.

“As cores da vida devem-se a moléculas biologicamente complexas que, nos mamíferos, tem o nome de Melanina. Nos humanos, esse pigmento é encontrado na pele, nos cabelos, nos olhos e nas membranas mucosas. Embora o número de melanócitos seja praticamente o mesmo, são a quantidade e a distribuição de melanina contida nessas células que faz as diferenças étnicas – o colorido da humanidade.  A herança genética determina a produção e a qualidade de melanina e, portanto, a cor e a tonalidade das diferentes etnias”, destaca a especialista.

Pele grossa e ressecada

Causa – Isso acontece pela maior exposição ao sol e água do mar ou piscina que estimulam o aumento da camada de células mortas da pele.

Diagnóstico – A nova câmera de diagnóstico 3D permite avaliar a pele de forma minuciosa, com tecnologia recém-chegada ao Brasil.

Tratamento – É um bom momento para usar sabonetes abrasivos ou esfoliantes 2x na semana e aplicar diariamente um hidratante adequado para cada tipo de pele.

 

Manchas no rosto

Causa – Por mais que se use adequadamente o filtro solar, as manchas teimam em aparecer um pouco mais no verão.

Diagnóstico – O mesmo equipamento com que fazemos o diagnóstico de oleosidade da pele, também permite que o Raio X completo do paciente oriente o médico sobre o tratamento mais adequado. A Câmera 3D avalia o grau e profundidade das manchas e vasos.

Tratamentos – Para tratar o fotodano solar, manchas e vasos, usamos lasers ablativos e não ablativos, luz intensa pulsada, peelings e microagulhamento, que trazem ótimos resultados. Em peles mais claras, a luz intensa pulsada é um excelente recurso; já, para peles escuras e negras, não se deve usá-la, com risco que queimaduras e hiperpigmentação. Para peles negras, o lasers e os peelings são ótimas opções.

Por exemplo, para quem tem melasma, cremes clareadores, peelings e lasers específicos ajudam bastante. No caso de sardas ou melanoses indicamos peelings mais agressivos, luz pulsada ou lasers. A combinação de procedimentos trazem excelentes resultados, porém deve-se levar em conta as peculiaridades de cada etnia e a resposta orgânica individualizada. Independente do tratamento, é fundamental reforçar a fotoproteção, pois todos eles deixam a pele tratada mais sensível ao sol.

“Pintas” novas

Causa – O sol estimula a pigmentação e o surgimento de pintas. Há necessidade de uma avaliação dermatológica para diferenciar a mancha (melanose ou sarda) provocada pelo sol ou o surgimento ou crescimento de um nevo (“pinta”).

Diagnóstico – Na dúvida se uma lesão é benigna, o dermatologista fará o exame de dermatoscopia das lesões. Com uma luz e lupa específicas, é possível avaliar a estrutura da lesão diferenciando assim lesões com potencial de evolução para um câncer de pele que devem ser removidas cirurgicamente. A Câmera 3D também é muito útil nesses casos, pois pode proporcionar um aumento da imagem da lesão sem distorção de suas características e com melhor visualização.

Tratamento – Sendo um nevo e dependendo das características achadas ao dermatoscópio, a cirurgia para retirada total da lesão e o exame laboratorial anátomo-patológico tornam-se necessários. A pele clara apresenta maior quantidade de manchas e nevos e é menos protegida por ter menor  quantidade de melanina e esta ter sua distribuição cutânea menos favorecida. Já, a pele escura é muito mais protegida, porém não isenta da aplicação do protetor solar.

Micoses

Causa – O sol pode reduzir a capacidade da pele de defesa contra fungos e alguns tipos de micose são mais comuns nessa época. A mais comum delas é a pitiríase versicolor também chamada de “pano branco”. Manifesta- se como manchas claras, castanhas ou avermelhadas com descamação fina na região dos ombros, tórax superior e costas.

Diagnóstico – é clínico! A observação e avaliação clínica do dermatologista diagnostica com segurança a doença.

Tratamento – O tratamento para casos leves é feito com xampu e cremes com anti-fúngicos, mas, lesões extensas requerem medicação oral.

Principais diferenças entre peles étnicas

Tom de pele avermelhado: tem relação com a coloração/ pigmentação do sangue arterial

Tom de pele amarelado: depósitos de pigmentos carotenoides e melânicos

Tom de pele azulado: tem relação com a hemoglobina das veias

Tom de pele castanho ou castanho avermelhado: maior presença do pigmento melanina.

PELE NEGRA:

As fibras elásticas e de colágeno são mais resistentes, daí a pele ter uma consistência mais firme e enrijecida.

As glândulas sudoríparas são mais ativas e o conduto mais longo e largo, o que facilita a transpiração.

O conteúdo de lipídios na epiderme é maior do que na pele branca, o que dá maior coesão celular e menos permeabilidade da pele.

O pH da pele negra é levemente mais ácido, combatendo melhor os microrganismos externos

Alta resistência elétrica, sugere que a epiderme seja menos hidratada que a da pele branca

Eritema mostra-se com coloração cinza, castanho escuro ou negra. Na pele branca, o eritema é marrom avermelhado.

Produção de vitamina D: Baixa, em comparação com as outras raças.

PELE ORIENTAL:

Em comparação com a pele branca, ela também possui mais fibras elásticas e de colágeno sendo também são mais resistentes ao envelhecimento.

Sua genética também é peculiar, mantendo o tom de pele intermediário entre o claro e o escuro, devido a quantidade intermediária em número, tamanho e densidade dos melanossomos (“saquinhos” que armazenam o pigmento melanina)

Sua pigmentação é considerada mediana: não tão clara como nos indivíduos brancos, nem tão intensa como nos negros, por isso, às vezes, torna-se mais complexa sua avaliação em termos de resposta de tratamento e exacerbação de efeitos colaterais. A cautela nos procedimentos garante um resultado satisfatório, porém em mais longo prazo se comparado ao branco, e em menor tempo, se comparado ao negro.

Eritema mostra-se com coloração marrom claro a marrom avermelhado.

Produção de vitamina D: intermediária, em comparação às outras raças.

Cor da pele deve influenciar dermatologistas nos tratamentos pós-verão!



VEJA MAIS SOBRE Beleza


Negra Li acaba de lançar uma linha desenvolvida para cabelos cacheados!

A talentosa Negra Li acaba de lançar uma linha desenvolvida para cabelos cacheados em parceria com a Lunix Cosméticos. Grávida de seu segundo filho, Noah,a cantora e atriz desenvolveu quatro produtos: Shampoo, Condicionador 3 em 1, Mousse sem enxágue e Óleo Finalizador. “Eu participei de todo o processo de criação dessa linha. Testei tudo”, afirma […]

Leia mais

5 dicas para evitar a pele ressecada no inverno!

Há quem goste do clima frio, mas uma coisa é certa: ele não faz nada bem à pele. A falta de umidade no ar, o vento gelado e os banhos mais quentes e demorados, entre outros fatores que acompanham as temperaturas baixas, contribuem para a perda da oleosidade natural da pele, principalmente a do rosto, […]

Leia mais

M.A.C lança linha de maquiagens com tons vibrantes!

A M.A.C Cosmetics acaba de lançar a linha de maquiagens Work It Out, com cores supercarregadas e tons vibrantes. Ao todo, são 16 tons e uma linha de produtos com máscaras de cílios, batons e sombras que prometem deixar seu nécessaire ainda mais poderosa.   M.A.C lança linha de maquiagens com tons vibrantes! Relacionado

Leia mais

Caudalie lança nova linha VineActiv, pensada para mulheres ativas que possuem um estilo de vida corrido!

A Caudalie lança a última inovação de skincare: a Coleção VineActiv,  pensada para mulheres ativas que possuem um estilo de vida corrido, mas não abrem mão dos cuidados com a pele e buscam manter um brilho saudável e protegido da poluição. A nova patente “The Anti-Cell Burnout Complex”, presente na linha, é um sistema de […]

Leia mais

Bvlgari lança novo perfume!

A Bvlgari acaba de lançar o perfume ‘Rose Rose’, um buquê floral excepcional puxado pela rainha das flores. A originalidade desta nova fragrância reside na sua nota central, que destaca um duo ultra feminino e natural de óleo essencial de pétalas de rosa e de essência absoluta de rosa turca, tirando o melhor desta flor […]

Leia mais

FAÇA ESTE BLOG SER AINDA MELHOR, ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *