Como a literatura pode impulsionar a reflexão humana?

As histórias mais ricas em significado geralmente fazem alusão a conceitos imateriais através da simbologia de personagens. Temos grandes exemplos disso em obras como “O Pequeno Príncipe”, no qual a mensagem principal do livro é lembrar a todos da esperança e amor da infância, por mais que seja uma simples narrativa de um menino com outros personagens “comuns”. No caso de “O Cortiço”, João Romão representa o capitalista explorador e, Rita Baiana, a mulher brasileira. E como não citar “O Retrato de Dorian Gray” nesse grupo? A obra é a principal referência literária quando o assunto é a vaidade humana e suas consequências.

Livros com o poder de representar um panorama social ou até mesmo humano através de personagens levam um conhecimento aos leitores que talvez passasse batido, se o tema não fosse abordado de maneira lúdica. Ou seja, se bem pensados e escritos, romances podem ser mais que um hobby prazeroso. Para quem gosta de ler, tornam-se fonte de sabedoria histórica e reflexão.

Aliel Paione em sua obra “Sol e Sonhos em Copacabana” utiliza deste recurso para representar o Brasil e sua situação crítica. No livro, a personagem Verônica simboliza o país física e imaterialmente, como o autor a descreve:

Verônica possuía a pele discretamente dourada; os cabelos eram negros, abundantes, e os olhos verde-claros, da cor de certos matos da Tijuca. […] Tais atributos propiciavam-lhe um semblante em que a beleza e a imaginação induzem a paixões fulminantes, inspiradores de poetas desvairados. […] Verônica seria capaz de levar um homem ao céu ou ao inferno com a mesma facilidade com que as folhas secas, caídas sobre o chão, são sopradas pelo vento.

Verônica é o ideal da representação brasileira, que tem como elemento a pele bronzeada do sol tropical e, o verde das matas, em seus olhos. Além disso, sua personalidade gananciosa simboliza o jeitinho brasileiro, tão presente na cultura do país, como se fosse um “salve-se quem e como puder”, mesmo que isso implique em um jogo de sedução e interesses.

Além da poética, Aliel Paione se baseou em fatos para escrever uma crítica política em formato de história de amor. A narrativa de “Sol e Sonhos em Copacabana” é construída por aspectos sutis, mas muito significativos, os quais somente um leitor perspicaz é capaz de captar. A política de Campos Sales, a cultura burlesca dos cabarés e a Belle Époque são elementos retratados por Aliel como poucas obras brasileiras foram capazes de fazer.

Como a literatura pode impulsionar a reflexão humana?



VEJA MAIS SOBRE Cultura


Oportunidade: Harvard anuncia cursos gratuitos online!

Atenção, meu povo!!! A universidade de Harvard está oferecendo cursos online e gratuitos via plataforma “Harvard Online Learning” . São 14 áreas disponíveis com diversos temas. Níveis de inglês diferentes são pedidos para cursar as matérias, que variam entre básico, intermediário e avançado. Ao clicar na opção desejada, o usuário consegue saber a carga horária […]

Leia mais

Guilherme Pintto que viu sua mãe sofrer todo tipo de violência por parte do marido, lança o livro Seja o amor da sua vida!

Guilherme Pintto acaba de lançar o livro Seja o amor da sua vida, que chega às livrarias pela Editora Planeta. Dos seis aos catorze anos, Guilherme viu sua mãe sofrer todo tipo de violência física por parte do marido. O agressor – padrasto do garoto – não o poupou dos abusos psicológicos. Para escapar de […]

Leia mais

Escritora Martha Medeiros acaba de lançar “Quem diria que viver ia dar nisso”!

A escritora Martha Medeiros acaba de lançar “Quem diria que viver ia dar nisso” (Editora L&PM). Na obra, uma espécie de diário poético, a cronista gaúcha de 56 anos, faz um balanço da vida, reunindo mais de 100 textos com memórias e histórias – reais e ficcionais. (Foto: Carin Mandelli) Escritora Martha Medeiros acaba de […]

Leia mais

Casa onde o jornalista Roberto Marinho viveu no Rio de Janeiro vira espaço cultural!

Vejam que legal meus leitores!!!! A residência onde o jornalista Roberto Marinho viveu ( é uma casa neocolonial, de 1939, construída sob o Cristo Redentor) no Rio de Janeiro virou um espaço cultural dedicado à arte e à educação. No local, o público poderá ver mais de 1,4 mil obras que ele reuniu ao longo […]

Leia mais

Musical Os Produtores de Miguel Falabella estreia amanhã em São Paulo!

  O clássico de Mel Brooks e Thomas Meehan, lançado em 1968, ganhou uma versão musical na Broadway em 2001 e remake do filme em 2005, este estrelado por Nathan Lane, Matthew Broderick, Uma Thurman, Will Ferrell, entre outras estrelas de Hollywood. No Brasil, Os Produtores ganhou vida pelas mãos do ator, diretor e produtor Miguel Falabella. Em 2007, a hilária […]

Leia mais

FAÇA ESTE BLOG SER AINDA MELHOR, ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *