Brasileiros não param de comprar imóveis em Portugal!

Pela proximidade da língua, colonização e baixo custo de vida, Portugal é o novo alvo para os investidores em imóveis do Brasil. A crise financeira de 2008, em Portugal, também ajudou para que os preços de casas e apartamentos tivessem uma queda. Os valores hoje encontrados são, em média, de 1 milhão de euros, ou seja, R$ 3,5 milhões de reais em apartamentos de 100 metros quadrados em Lisboa, um dos destinos mais procurados pelos investidores brasileiros. “Temos visto o aumento de clientes que estão procurando operações com o Euro. Portugal já é nosso 2° maior mercado, perdendo apenas para os EUA”, afirma Fernando Bergallo, Diretor de Operações da FB Capital, maior assessoria de câmbio do país especializada em imóveis.

Segundo dados oficiais, do total de compras de imóveis por brasileiros no exterior, EUA lideram com 39,8%, seguidos por França com 10,2% e Portugal já ocupa a 3° posição com 8,7%. Outra vantagem que os brasileiros encontram para ter um imóvel em Portugal, além da língua em comum, é o baixo custo para a manutenção dos empreendimentos além de não precisarem de visto, nem de cidadania europeia para adquirir o bem. Apenas ter posse de um imóvel com a intenção de morar faz com que consigam o visto permanente. Diferente dos Estados Unidos, e acostumado com a burocracia que existe em visitar o país americano, Bergallo acredita que essas vantagens fazem com que os investidores escolham Portugal: “Temos feito grandes transações neste país e acredito que a facilidade em adquirir um imóvel e até o visto permanente ajudam o investidor a trocar os EUA pela Europa”.

A mudança na escolha dos países para adquirir um imóvel não ocorre somente com os investidores brasileiros. Celebridades como o ator brasileiro Pedro Cardoso, decidiu no ano passado sair do Brasil e ir morar em Portugal. Em entrevista a uma rádio, o ator disse que por já ter uma casa no país decidiu fazer a mudança após o enceramento da série “Grande Família”. Percebendo a diferença cultural, Pedro Cardoso elogiou a forma de viver dos portugueses e tem admirado os serviços públicos, que o levou a comparar a forma de viver dos portugueses com a dos brasileiros: “Não sinto tanta ansiedade em ganhar dinheiro, morando em Portugal, como sentia, morando no Brasil. Isso por que há bons serviços públicos no país europeu. O brasileiro sente uma ganância em ganhar dinheiro para sair da dependência do Estado e do Poder Público”, explica.

Brasileiros não param de comprar imóveis em Portugal!



VEJA MAIS SOBRE Economia


Forbes anuncia o homem mais rico do Brasil!

Acaba de sair, a nova edição da Forbes Brasil. Pelo sexto ano consecutivo, o empresário Jorge Paulo Lemann é o homem mais rico do Brasil. O danado  voltou a ultrapassar a marca dos R$ 100 bilhões de patrimônio. No ranking 2018 dos bilionários brasileiros ele é seguido, nesta ordem, por Joseph Safra, Marcel Teles, Eduardo […]

Leia mais

Economia esfria, mas não retrai!

O Brasil mal teve tempo de sentir o impacto das boas notícias para o cenário econômico em 2018 antes que as ilusões começassem a ruir. Rapidamente se dissipou a euforia sobre a expansão de 0,4% da economia brasileira no primeiro trimestre de 2018 e o acumulado em 12 meses que apontava um avanço de 1,3% […]

Leia mais

Especialista indica quatro maneiras de empresários se reinventarem durante a crise!

Enxergar os momentos de crise como oportunidades de crescimento para as empresas é o grande triunfo de empresários de pequeno e médio porte. Essa estratégia, segundo Renato Costa, CEO do Grupo Financial, consultoria financeira especializada em aportes internacionais para empresas, pode ser a saída para empresários e pequenos e médios empreendedores que buscam se reinventar. […]

Leia mais

Crise faz a grife Chanel fechar as portas em São Paulo!

Amanhã (15) é o último dia de funcionamento da Chanel, que fica localizada no Shopping Cidade Jardim, em São Paulo. Segundo informações do jornal Valor, a marca francesa de luxo decidiu fechar o seu ponto de venda pois o “fluxo de clientes não atingiu as expectativas” da empresa. A loja de 330 metros quadrados, que […]

Leia mais

Qual o melhor momento para mudar a estratégia de carreira?

Por Dra: Lislaine Schmidel. Fui questionada recentemente por uma advogada muito dinâmica e ativa, porém bastante jovem, sobre qual seria o momento ideal para mudar a estratégia profissional como advogada, ou profissional, especificamente, sobre qual seria o time para sair de uma situação a priori considerada cômoda, para arriscar-se em novos horizontes. Bem, confesso que […]

Leia mais

FAÇA ESTE BLOG SER AINDA MELHOR, ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *