Ambev fecha 2014 com crescimento de 7,5% no EBITDA e de 8,9% no lucro líquido!

escrevendoApós um terceiro trimestre impactado pela retração da indústria, a Ambev recupera crescimento no quarto trimestre de 2014 e fecha ano com volume 2,9% maior que o reportado em 2013. Considerando apenas o volume de cerveja vendido no Brasil, o crescimento foi de 4,7% no ano.

A execução da estratégia comercial da Ambev foi um dos fatores principais que influenciou na retomada do crescimento. A companhia manteve sua aposta nas marcas premium. Liderado por Budweiser, Original e Stella Artois, as marcas premium apresentaram alta de cerca de 20% nas vendas em 2014 e já representam aproximadamente 8% do volume total de cerveja vendido pela Ambev no Brasil.

Os investimentos em inovações também foram prioridade da companhia no ano passado. Menos de dois anos após seu lançamento, Brahma 0,0% é a marca líder de vendas no segmento de cervejas não alcoólicas e já representa cerca de 1% do volume total de cerveja vendido pela companhia.

Com a estratégia de oferecer produtos para diferentes perfis de consumidores e ocasiões de consumo, a Ambev tem inovado cada vez mais. Em 2014, por exemplo, a empresa lançou a Skol Beats Senses, a primeira e única bebida a base de cerveja que pode ser consumida com gelo, o que faz com que seja caracterizada como um líquido ainda mais exclusivo e versátil.

No segmento de refrigerantes, a Ambev também apresentou inovações e bom desempenho, terminando o ano com a melhor média de participação de mercado da sua história: 18,8%. Outro destaque foi a introdução da garrafa de vidro retornável de 1 litro de Pepsi, contribuindo para o crescimento de volume do ano.

Copa do Mundo

Outro destaque de 2014 foi a execução da empresa durante a Copa do Mundo. “Nós abraçamos o sonho de realizar a melhor Copa do Mundo da história. E atingimos o sonho. Mais do que patrocinar o evento, a Ambev criou experiências únicas de engajamento e conexão com os consumidores, construindo, assim, um caminho para crescimento de longo prazo”, afirma Nelson Jamel, vice-presidente financeiro e de relações com investidores da Ambev.

Durante o Mundial, a companhia realizou eventos e ativações com as marcas de cerveja Brahma e Budweiser e com o refrigerante Guaraná Antarctica, patrocinador da Seleção Brasileira de futebol. Cálculos da empresa apontam que a realização da Copa do Mundo no Brasil foi responsável pela venda de um volume incremental de 1,4 milhão de hectolitros de cerveja no país, cerca de 1,7% a mais do que foi vendido no mesmo período de 2013.

 Investimento recorde

Os investimentos da Ambev no Brasil em 2014 foram recorde: alcançaram R$ 3,1 bilhões. O valor foi destinado à tecnologia, pesquisas e inovações, ampliação e construção de fábricas – como as unidades de Uberlândia (MG) e Ponta Grossa (PR) –, modernização e aquisição de equipamentos e também para garantir maior eficiência da frente de vendas e no processo logístico e de distribuição.

Este aporte demonstra a contínua aposta da companhia no país, apesar de o mercado ainda sofrer impactos do cenário macroeconômico adverso. A companhia tem executado um robusto plano de investimentos para ampliar sua capacidade produtiva. De 2010 a 2014, a Ambev investiu R$ 12,6 bilhões no Brasil.

Perspectivas 2015

Como principais pilares de atuação em 2015, a Ambev continuará investindo em inovações, em embalagens mais econômicas e também ampliará sua estratégia de marketing 360°, buscando ativar o consumidor em diferentes ocasiões por meio de múltiplas plataformas de comunicação. Como exemplo de desenvolvimento dessa conexão cada vez mais próxima com o consumidor, a Ambev será a patrocinadora dos mais importantes eventos de música do Brasil em 2015: o Rock in Rio, por meio da marca Pepsi, e o Lollapalooza e Tomorrowland, com a Skol.

Como carro-feche de seu programa de inovação, a Ambev anunciou a construção de um novo Centro de Inovação e Tecnologia. Com um investimento de R$ 180 milhões, a unidade será instalada no Rio de Janeiro e contará com o que há de mais moderno na pesquisa de novos líquidos, processos e embalagens. O centro produzirá protótipos para atender a demanda crescente por novos produtos, até mesmo em quantidade suficiente para a comercialização em mercados-teste.

Resultados 2014

Ambev consolidado (América Latina Norte + América Latina Sul + Canadá

Ano de 2014 X Ano de 2013

O EBITDA (lucro antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações) ajustado da Ambev de 2014 chegou a R$ 18,2 bilhões, um aumento de 7,5% se comparado ao ano anterior. A receita líquida do ano cresceu 10,9% em termos orgânicos, totalizando R$ 38 bilhões. O lucro líquido ajustado no ano foi de R$ 12,5 bilhões, o que representa um aumento de 8,9% em relação a 2013.

O volume total de vendas da Ambev em 2014 chegou a 171,7 milhões de hectolitros de bebidas. Se comparado com o ano anterior, houve alta de 2,9%. Deste total, 124,7 milhões de hectolitros foram de cerveja e 47 milhões de hectolitros foram de refrigenanc (refrigerantes, bebidas não-alcóolicas e não-carbonatadas).

4° trimestre de 2014 X 4° trimestre de 2013

Ao considerarmos apenas o quarto trimestre, o EBITDA ajustado foi de R$ 6,8 bilhões, 7,6% maior se comparado ao mesmo trimestre do ano anterior. A receita líquida do período cresceu 11,5% em relação a 2013, totalizando R$ 12,2 bilhões. Já o lucro líquido ajustado do quarto trimestre foi de R$ 4,7 bilhões, queda de 1,2% na comparação com o último trimestre de 2013. O volume total de vendas da Ambev no quarto trimestre de 2014 chegou a 49,5 milhões de hectolitros de bebidas, sendo 36 milhões de hectolitros de cerveja e 13,5 milhões de hectolitros de refrigenanc. O volume total de vendas da companhia no período cresceu 0,3% se comparado com o quarto trimestre do ano anterior.

Ambev Brasil

Ano de 2014 X Ano de 2013

No Brasil, a Ambev alcançou um EBITDA ajustado de R$ 12,7 bilhões em 2014, o que representa um crescimento orgânico de 5,3% se comparado com o ano anterior. O volume total de vendas da Ambev no Brasil cresceu 3,9%, totalizando 117,5 milhões de hectolitros. Em cerveja, o volume de vendas de 2014 foi de 86,9 milhões de hectolitros, crescimento de 4,7%. O volume de refrigenanc vendido foi de 30,6 milhões de hectolitros, crescimento de 1,4%.

4° trimestre de 2013 X 4° trimestre de 2012

O EBITDA ajustado no Brasil no quarto trimestre de 2014 foi de R$ 4,8 bilhões, houve um aumento de 5,4% se comparado ao mesmo período no ano anterior. A receita líquida cresceu 10,4% em relação aos três últimos meses de 2013, totalizando R$ 7,9 bilhões. O volume total de vendas no Brasil no quarto trimestre chegou a 33,8 milhões de hectolitros de bebidas, leve aumento de 0,6% se comparado com o quarto trimestre do ano anterior. Deste total, 25 milhões de hectolitros foram de cerveja (aumento de 1,5%) e 8,8 milhões de hectolitros foram de refrigenanc (queda de 1,7%).

Ambev fecha 2014 com crescimento de 7,5% no EBITDA e de 8,9% no lucro líquido!



VEJA MAIS SOBRE Economia


7 dicas para economizar na compra do presente do Dia das Crianças!

Que tal economizar no presente do Dia das Crianças? De acordo com Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros, é importante considerar a situação financeira da família e lembrar que, em breve, haverá também o Natal. “É muito bom poder presentear as crianças! O ideal é que a família não se comprometa para […]

Leia mais

Imobiliária promove palestra exclusiva em Salvador sobre mercado imobiliário na Flórida!

No próximo dia 13, os antenadíssimos Tiago e Sarah Fernandez (foto acima), responsáveis pela área internacional da Ponto4 promoverão em parceria com a Imobiliária americana Every Thing Miami Realty, uma palestra exclusiva  para 60 pessoas no auditório do Empresarial Salvador Shopping Business.  Uma das palestrantes é Talita Pinheiro, CEO da Every Thing Miami Realty . […]

Leia mais

Bolsa de Valores – 5 mitos que os investidores acreditam!

Hoje, cada vez mais as pessoas estão procurando novas alternativas para investir. Porém, existem diversas opções de investimentos disponíveis no mercado atualmente, gerando dúvidas entre os próprios investidores. Quando se trata de ações é possível encontrar muitas informações diferentes. Há inclusive muitas promessas de enriquecimento fácil apenas investindo na bolsa. Porém, por mais atrativo que esse tipo […]

Leia mais

5 hobbies que podem virar fonte de renda!

As divertidas brincadeiras com o cachorro, a satisfação ao ter o quarto todo organizado ou os elogios ao fazer uma comida gostosa podem render mais do que sorrisos e prazer: podem dar dinheiro. Cada vez mais, as pessoas buscam trabalhar com o que as deixam felizes e transformar o hobby em profissão é um dos […]

Leia mais

Comportamento de consumo brasileiro influencia setores e produtos!

Se alguém te parasse na rua hoje para perguntar o que você compraria neste momento, caso tivesse uma renda adicional, qual seria a sua resposta? A maioria dos brasileiros tem sido categórico: tecnologia, lazer e viagens. Os dados, foram apontados pela pesquisa “Hábitos de consumo do brasileiro e sua relação com o crédito”, realizada pelo […]

Leia mais

FAÇA ESTE BLOG SER AINDA MELHOR, ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *