Alho Negro do Sítio aposta em tendência já consolidada no Japão!

4Na Alho Negro do Sítio a produção do alho negro começou apenas em 2010, mas a história desta empresa teve início muito antes disso. Em 1945, Shiro Kondo nasceu na colônia japonesa Manchúria, na China, ainda bebe foi para o Japão, com a família, como refugiado. Lá ele cresceu, se formou em direito e ao completar 23 anos de idade decidiu se mudar para o Brasil. Aqui, Shiro trabalhou em diversas fazendas para sustentar-se e, com agricultores, aprendeu técnicas de cultivo de alimentos na prática. Em 1973 casou-se com Sayoko, sua esposa até os dias de hoje. Recebeu um pedaço de terra na colônia de Guatapará, interior de São Paulo, como benefício do programa de migração do governo japonês. Lá a família então se dedicou à agricultura, tendo como o primeiro cultivo o abacaxi.

download

 Em 1981, aconteceu a geada negra (condição atmosférica que provoca o congelamento da parte interna da planta devido ao frio intenso) e todo o plantio foi perdido. Desta forma, eles foram em busca de alguma especialidade que resistisse às alterações climáticas, por isso, escolheram o alho comum. A partir daí a produção que no começo não tinha tanta qualidade por falta de experiência, com o tempo foi agregada com tratos culturais específicos ao alho, e outras técnicas sustentáveis como de compostagem, rotação de culturas com cobertura morta e adubação verde.

 

Foi no Japão que, no ano de 2006, houve o grande “boom” do alho negro. Nos Estados Unidos existe um projeto que se chama Designers Food, do Instituto Nacional de Câncer, e que descobriu que o alho é o produto que mais previne o câncer. Depois disso, descobriram que após fermentado, ele potencializa estes componentes antioxidantes. Como no Japão, a população é em sua maioria idosa, no momento em que saiu na TV que o alho negro prevenia o câncer, as empresas começaram a se especializar na especiaria. Quando Shiro percebeu esta crescente de alho negro, passou a produzir  este remédio natural com a ajuda da sua esposa.

 

No início, Shiro fornecia apenas para os amigos da colônia japonesa, mas deu tão certo que agora produz para supermercados e empórios de grandes marcas. Não foi fácil, mas aos poucos eles estabeleceram um padrão de qualidade e foram conquistando a confiança dos consumidores. “O alho é colhido uma vez por ano e todo alimento tem sua época de colheita, ou seja, em determinado período as pessoas terão mais dificuldade para encontrá-lo. As pizzarias, por exemplo, não podem ficar sem o condimento e tinha uma época que as outras empresas deixavam de fornecer, aí quando os nossos concorrentes não forneciam, os clientes entravam em contato com a gente, e nós sempre tínhamos”, explica o agrônomo Fernando Kondo, filho dos fundadores, formado pela Universidade Agrícola de Tóquio e administrador do Alho Negro do Sítio.

Atualmente, a produção do Alho Negro do Sítio se difere das demais pela garantia de origem com alho nobre nacional e por não pasteurizar. Sendo assim, mesmo depois de embalado, o produto continua em seu processo de fermentação, o que o deixa ainda melhor com o tempo. Com escritório em São Paulo e produção em Guatapará, interior de São Paulo, ele trabalha para levar ao consumidor o sabor e a qualidade característicos do produto, que passa por um rígido controle de qualidade que vai desde o plantio das sementes até a entrega. Para conhecer mais sobre o Alho Negro do Sítio, acesse o site http://alhonegrodositio.com.br/

 

Alho Negro do Sítio aposta em tendência já consolidada no Japão!



VEJA MAIS SOBRE Gastronomia


A famosa pamonha agora na versão bolo! O que muda?

Espigas de milho, açúcar, coco ralado e água. A receita da deliciosa e famosa pamonha já conhecida em todo Brasil, foi transformada em um novo prato. Vanessa Ribeiro, proprietária da doceria Bolo dos Sonhos criou o Bolo de Pamonha, carro chefe do estabelecimento nas festas juninas deste ano. A ideia surgiu na cozinha da empresária. […]

Leia mais

Pudim de chia com gelatina natural de morango. Aprenda a fazer!

A antenada chef Desiree Maistro, do Centro Europeu (www.centroeuropeu.com.br), principal escola de gastronomia do Brasil, preparou uma receita especial de sobremesa: Pudim de chia com gelatina natural de morango. Além de saboroso, o preparo é funcional, não contém glúten, lactose e açúcar refinado. Ingredientes para a massa (rendimento: 4 pessoas):  – 200ml de leite de […]

Leia mais

Chef Elzinha Nunes ensina bolo de fubá cremoso feito no liquidificador!

A renomada Chef Elzinha Nunes, do Restaurante mineiro Dona Lucinha, nos enviou uma deliciosa receita de um bolo de fubá cremoso feito no liquidificador. Vamos aos ingredientes? 4 ovos inteiros 2 xícaras (chá) de açúcar 3 xícaras (chá) de leite 1 xícara (chá) de fubá 2 colheres (sopa) de farinha de trigo 1 colher (sopa) […]

Leia mais

Grupo Abril realiza Festa Junina Veja São Paulo com estrelas da gastronomia!

Vem aí a Festa Junina da Veja São Paulo promovida pelo o Grupo Abril. O evento acontece de 9 a 11 de junho, no Parque Villa-Lobos, na capital paulista, com muita pipoca, vinho quente, arroz-doce, quentão e outros pratos típicos. Tudo acompanhado das comidinhas de 17 restaurantes, especialmente preparadas por importantes nomes da gastronomia para […]

Leia mais

Subway lança sanduíche inspirado na culinária mexicana!

Uma boa notícia para os fãs da cozinha mexicana. A Subway, acaba de lançar um novo sanduíche em seu cardápio premium. O Beef Bacon Chipotle, sanduíche preparado com a nova carne desfiada, bacon, queijo e o delicioso molho chipotle, levemente picante, chega ao Brasil e já está disponível por tempo limitado. Renato Ribeiro, diretor de […]

Leia mais

FAÇA ESTE BLOG SER AINDA MELHOR, ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *