10 dicas para evitar problemas de saúde durante suas viagens!

É no verão que os brasileiros viajam por períodos mais longos. As férias começam em dezembro e terminam depois do Carnaval que este ano será no início de março. Pensando nisso, a plataforma Doctoralia reuniu algumas dicas de saúde que devem ser levadas em conta. As precauções começam antes de viajar e, dependendo do tipo de viagem, elas podem ser adaptadas de acordo com o destino e o perfil da pessoa.

  1. Verificar a necessidade de tomar vacina: você está ciente de está havendo um surto da febre amarela em MG? Portanto, não é somente para viagens internacionais que  precisamos checar se vacinas específicas são recomendadas, esse cuidado também se aplica às viagens nacionais.  É aconselhável ir a um Centro de Orientação ao Viajante da Anvisa, 4 e 8 semanas antes da partida,  para verificar se é necessária a vacinação para o local de  destino.

  2. Levar um kit de primeiros socorros e remédios : O kit pode variar de acordo com as condições e clima do país. É importante lembrar que se você viajar para o exterior e fizer uso de medicação controlada, o mais adequado é buscar orientações do profissional que acompanha seu caso e, se necessário, levar as recomendações médicas por escrito com uma cópia no idioma da região que for visitar.  Além disso, o ideal é levar a quantidade de medicamentos um pouco além do tempo de viagem porque sempre podem acontecer.

    • Kit básico: No caso de viajar para uma área com farmácias e produtos de fácil acesso, o kit pode ser mais simples, como um bom protetor solar, repelente de insetos, termômetro, analgésicos simples e etc.

    • Kit completo: Se a viagem for para áreas mais remotas, é melhor consultar um médico para indicar os produtos que podem ser necessários, como antibióticos, luvas descartáveis, repositor de flora intestinal, antialérgico, laxante ou comprimidos de purificação de água.

  3. Contratar um seguro de viagem: É altamente recomendável a contratação de um seguro de saúde para a sua viagem e levar uma cópia do mesmo em sua bagagem de mão com o certificado Internacional de Vacinação, já que muitos países têm apenas assistência médica privada.

  4. Acordos internacionais de Saúde: o Brasil possui acordos que permitem o atendimento de estrangeiros pelas redes públicas de saúde. Países como Itália, Portugal e Cabo Verde fazem parte deste acordo.

  5. Antecipar riscos de saúde durante o transporte: as viagens de avião e barco ou navio podem causar desconforto, como vertigem, doença de descompressão ou “síndrome da classe econômica”. Por isso, é aconselhável ter sempre à mão uma garrafinha de água durante viagens longas, esperar um mínimo de 12 horas para voar após ter realizado algum tipo de mergulho, levantar-se frequentemente ao longo da viagem e escolher roupas confortáveis.

  1. Conhecer as mudanças ambientais no país de destino: perturbações comuns causadas por alguns fatores como altitude, temperatura, umidade ou radiação ultravioleta podem causar desconforto. Para evitar isso é aconselhável não fazer viagens diretas a grandes altitudes, beber muita água e evitar a alta exposição ao sol.

  2. Ter cuidado com a procedência da água e alimentos: Para evitar doenças infecciosas e parasitas intestinais, evite beber água da torneira e alimentos potencialmente contaminados. Comer apenas alimentos cozidos que ainda estão quentes, água a ferver em caso de origem duvidosa e não escovar os dentes em água contaminada, são essenciais para nao ter problemas.

  3. Proteja-se de insetos: Alguns insetos são transmissores de doenças, como a malária e dengue, deve evitar suas picadas, recomendamos o uso de repelentes e mosquiteiros, o uso de ar condicionado ou ventilador e cobrir a maior parte do corpo com roupas leves e cores claras.

  4. Ter contato médicos e hospitais no país de destino, em caso de emergência: Existem vários aplicativos que ajudam o viajante a entrar em contato com o médico e obter respostas a perguntas e problemas que surgem ao longo do caminho, como o caso da plataforma Doctoralia, que também permite encontrar especialistas médicos e centros de saúde perto do local onde você estiver, pois a plataforma está presente em mais de 20 países.

  5. Retornar da viagem com sintomas: Procure um médico imediatamente caso sinta sintomas de febre, diarreia, problemas de pele ou respiratórios e informe o médico de sua viagem.

 

10 dicas para evitar problemas de saúde durante suas viagens!



VEJA MAIS SOBRE Notícias


8 serviços que o SUS oferece e você não sabe!

Confira abaixo uma lista de oito serviços que o SUS oferece e você não sabe! 1. Implante de DIU de Cobre 2. Curso Gratuito sobre Uso de Plantas Medicinais 3. Meditação e Terapias Alternativas, como ioga, meditação, reiki, shantala, quiropraxia, reflexoterapia, arteterapia, ayurveda, biodança, dança circular, musicoterapia, naturopatia, osteopatia e terapia comunitária integrativa 4. Adesivo […]

Leia mais

Voz da Xuxa: fonoaudióloga comenta as mudanças!

De voz mais aguda na época em que a apresentadora comandava programas infantis, Xuxa Meneghel hoje apresenta um timbre mais rouco e mais propicio a idade dela (54 anos). Para entender as possíveis mudanças, a fonoaudióloga Ana Lúcia Duran, da clínica Zambotti & Duran da capital paulista explicas as causas da alteração vocal. “A mudança […]

Leia mais

Os nomes dos bebês preferidos de 2017!

O portal de saúde e maternidade, Trocando Fraldas, realizou recentemente uma pesquisa com mais de 4.000 participantes de todos os estados brasileiros para descobrir quais seriam os critérios para decidir o nome do bebê. As mães são categóricas nesse tema e responsáveis por (42%) das escolhas. Os pais participam em (18%) das situações, mas o […]

Leia mais

Terapeuta ocupacional elenca motivos para começar a bordar já!

Já se foi o tempo em que bordar era apenas uma atividade praticada pelas nossas avós. O bordado está em alta no Brasil e já ganhou adeptos muito jovens, inclusive. Não é à toa que esta é uma das atividades artesanais mais difundidas no país, segundo pesquisa de indicadores culturais do Instituto Brasileiro de Geografia […]

Leia mais

5 distúrbios que podem estar prejudicando o aprendizado do seu filho!

O início da vida escolar é um período delicado e que requer atenção especial dos pais, afinal, a criança está prestes a iniciar uma rotina completamente nova em busca de conhecimento e desenvolvimento. Segundo Ana Regina Caminha Braga, psicopedagoga e especialista em educação especial e em gestão escolar, essa é uma fase de adaptação, que […]

Leia mais

FAÇA ESTE BLOG SER AINDA MELHOR, ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *